Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



MotorZine Conheça a história da cinquentona McLaren

Quarta-feira, 04.09.13
Conheça a história da cinquentona McLaren
Empresa inglesa protagonizou momentos marcantes na história do automobilismo mundial

por Hernando Calaza
do AutoCosmos/México
exclusivo para MotorDream
 
Em 2 de setembro de 1963 nascia formalmente a Bruce McLaren Motor Racing Limited, uma pequena empresa fundada pelo neozelandês que emprestou seu nome - e principalmente, sobrenome - a uma das escuderias mais poderosas da história da Fórmula 1, mas que também venceu na Indy, Le Mans e Can Am, além de ter criado um dos grandes superesportivos já produzidos, o F1. 
 
Inicialmente instalados numa pequena oficina em New Maden, na Inglaterra, nos 50 anos seguintes a marca se mudaria para Colnbrook e depois a Woking, onde inauguraram um ultramoderno centro tecnológico onde trabalham mais de 2 mil pessoas.
 
 
A McLaren brilhou primeiro na Can Am, onde obtiveram sucesso absoluto entre 1967 e 1971 a bordo de seus bólidos com relação peso/potência superior à de um Fórmula 1 da época. Lamentavelmente, a categoria que alavancou Bruce McLaren também seria responsável por sua morte em 1970, durante testes de um modelo M8D em Goodwood.
 
Na Fórmula 1, a McLaren havia estreado em 1966 com um carro próprio, o M2. No entanto, a primeira vitória veio apenas em 1968 em Spa Francorchamps. Em 1974, o modelo M23 dava ao brasileiro Emerson Fitipaldi o campeonato e a primeira das oito taças de Construtores ganhas pela escuderia. Em 1976, James Hunt ganhava o segundo título de pilotos da McLaren.
 
 
Depois da morte de Bruce, a fabricante entrou numa fase um tanto errante, mas ainda assim, venceria as 500 Milhas de Indianápolis nos Estados Unidos em 1972, 1974 e 1976. 
 
Com a entrada da década de 1980, o nome voltaria a brilhar com o casamento entre o piloto Niki Lauda, os motores TAG-Porsche e a primeira carroceria em fibra de carbono, estreada em 1984 pelo MP4/2. As vitórias no campeonato de pilotos e construtores se repetiriam em 1985 e 1986, mas pelas mãos de Alain Prost.
 
Nos anos seguintes a McLaren aperfeiçoou a fórmula e fez o "dream team" da Fórmula 1 da época. Alain Prost e Ayrton Senna fizeram história ao volante dos MP4/4 com motor Honda, desenvolvidos por Gordon Murray e Steve Nichols. O resultado foi arrasador, com a dupla de pilotos ganhando todas as corridas exceto uma e o título para Senna em 1987. No ano seguinte seria a vez de Prost, envolto numa das relações mais tensas e competitivas entre dois companheiros de equipe. 
 
 
Os anos 90 poderiam ser esquecidos pela McLaren, a não ser pela criação do espetacular F1, um dos melhores superesportivos da história e que levaria a fabricante à vitória em Le Mans em 1995.
 
Em 1998, junto a uma mudança profunda no regulamento da Fórmula 1, a McLaren voltaria a ter um trio vitorioso: o piloto Mikka Häkkinen, motores Mercedes Benz e o projetista Adrian Newey. Naquele ano, a McLaren ganhou os títulos de pilotos e construtores e Häkkinen também venceria em 1999.
 
Após um longo hiato, em 2008 o inglês Lewis Hamilton levaria o campeonato ao ultrapassar o brasileiro Felipe Massa na última curva do GP Brasil em Interlagos. Desde então, a escurderia trabalha para voltar ao pódio, com Jenson Button e Sergio Perez para a temporada de 2013.
 
Enquanto isso, a marca trabalha em seus carros de rua. O MP4-12C, lançado em 2011, segue em evolução e faz frente à Ferrari 458 Italia. Além dele, o hiper-carro P1 está em seus últimos estágios de desenvolvimento antes do início das vendas na Europa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por fb7 às 20:21





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Setembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930